Administração Pública

Administração Pública - Do Litígio ao Consenso Redesenhando o Interesse Público - De Acordo com a Legislação Brasileira

Tânia de Sousa Elias

Versão impressa

Estamos vendendo apenas eBooks em nosso site!

Versão Digital

Disponível para: Android iOS
por € 7,44 + IVA Adicionar ao carrinho


Detalhes

Autor(es): Tânia de Sousa Elias

ISBN v. impressa: 978989712918-6

ISBN v. digital: 978652630276-7

Encadernação: Capa mole

Número de páginas: 124

Publicado em: 17/11/2022

Idioma: Português Brasileiro

Sinopse

A presente obra enfoca a busca pelo consenso por parte da Administração Pública, na medida em que o atual perfil do Estado Democrático de Direito deve priorizar a resolução pacífica dos conflitos, na qual a participação do cidadão é essencial para a legitimidade democrática da atuação estatal. Para tanto, no primeiro capítulo foi abordado o princípio da solução por autocomposição à luz da utilização dos métodos adequados de resolução de conflitos não apenas no âmbito judicial, mas também na esfera administrativa, nos termos do art. 174 do CPC/2015, analisando-se, ainda, a (in)existência de diferença prática entre mediação e conciliação, bem como a indisponibilidade do interesse público e a possibilidade de transação, com o efetivo acesso a uma ordem jurídica justa.  

Em sequência, foram examinadas as garantias constitucionais processuais e a atuação do advogado público como mediador ou conciliador. Ademais, apresentou-se o estudo sobre o funcionamento das câmaras de resolução de conflitos na esfera federal, nos estados do Rio de Janeiro, Pará, Goiás e Alagoas, e também no âmbito do Poder Judiciário, com a implantação dos Centros Judiciários de Solução de Conflitos e Cidadania da Fazenda Pública (CEJUSCs). 

O último capítulo foi dedicado à análise das contribuições para o incremento na realização de acordos eficazes, partindo-se da premissa de que o atual modelo de Administração Pública deve apresentar uma postura ativa, no sentido de procurar o particular para resolver não apenas um potencial litígio, mas também aquele que se encontrar judicializado, bem como sobre a possibilidade de serem revistos os acordos realizados extrajudicialmente, mediante o preenchimento de determinados requisitos, através do consentimento mútuo.

Autor(es)

TÂNIA DE SOUSA ELIAS

Procuradora do Estado no Rio de Janeiro. Mestre em Direito Processual pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro, (UERJ), Rio de Janeiro, Brasil. Especializada em LLM. Litigation pela Fundação Getulio Vargas (FGV), Rio de Janeiro, Brasil. Especializada em Direito Penal e Processo Penal pela Universidade Gama Filho, (UGF), Rio de Janeiro, Brasil. Especializada em Formação de Advogados Públicos pela Fundação Getulio Vargas (FGV), Rio de Janeiro, Brasil.

Sumário

LISTA DE ABREVIATURAS E SIGLAS, p. 19

INTRODUÇÃO, p. 21

1 O CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL DE 2015 E A SOLUÇÃO POR AUTOCOMPOSIÇÃO, p. 25

1.1 A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E O EFETIVO ACESSO A UMA ORDEM JURÍDICA JUSTA, p. 28

1.2 REDESENHANDO O INTERESSE PÚBLICO E SUA (IN)DISPONIBILIDADE, p. 33

1.3 O ART. 174 DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL: DO LITÍGIO AO CONSENSO, p. 39

1.4 DISTINÇÃO ENTRE CONCILIAÇÃO E MEDIAÇÃO (?), p. 42

2 AS GARANTIAS CONSTITUCIONAIS PROCESSUAIS E OS MÉTODOS ADEQUADOS DE RESOLUÇÃO DE CONFLITOS, p. 45

2.1 A CONFIDENCIALIDADE E O PRINCÍPIO DA PUBLICIDADE, p. 46

2.2 A DURAÇÃO RAZOÁVEL DOS PROCEDIMENTOS NO ÂMBITO JUDICIAL E ADMINISTRATIVO, p. 50

2.3 A ATUAÇÃO DO ADVOGADO PÚBLICO COMO MEDIADOR/CONCILIADOR E A NECESSIDADE DE OBSERVÂNCIA À IMPARCIALIDADE NA CONDUÇÃO DAS SESSÕES, p. 56

3 CONSIDERAÇÕES SOBRE A APLICAÇÃO DOS MÉTODOS ADEQUADOS DE RESOLUÇÃO DE CONFLITOS NA ATUALIDADE, p. 59

3.1 A CÂMARA DE MEDIAÇÃO E DE CONCILIAÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA FEDERAL, p. 60

3.2 NO ÂMBITO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, p. 62

3.2.1 Núcleo de Autocomposição da Procuradoria Geral do Estado (NAC/PGE), p. 62

3.2.2 O Protocolo de Procedimentos 01/2016 na Área da Educação, p. 63

3.2.3 Câmara de Resolução de Litígios de Saúde (CRLS) - Capital, p. 64

3.2.4 Câmara de Resolução de Litígios de Saúde (CRLS) - Interior, p. 66

3.2.5 A Câmara Administrativa de Solução de Controvérsias (CASC), p. 67

3.2.6 Do Ambiente de Diálogo e Composição Interna (ADCI), p. 73

3.3 NO ÂMBITO DO ESTADO DE GOIÁS, p. 74

3.3.1 Câmara de Conciliação, Mediação e Arbitragem da Administração Estadual (CCMA), p. 74

3.4 NO ÂMBITO DO ESTADO DO PARÁ, p. 76

3.4.1 Câmara de Negociação, Conciliação, Mediação e Arbitragem da Procuradoria Geral do Pará (CAMPGE), p. 76

3.5 NO ÂMBITO DO ESTADO DE ALAGOAS, p. 80

3.5.1 Câmara de Prevenção e Resolução Administrativa de Conflitos, p. 80

4 APLICAÇÃO DOS MÉTODOS ADEQUADOS DE RESOLUÇÃO DE CONFLITOS ENVOLVENDO A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA NO ÂMBITO DO PODER JUDICIÁRIO, p. 81

4.1 AÇÃO CIVIL PÚBLICA 0258659-83.2018.8.19.0001, p. 82

4.2 PROCESSO 0009193-81.2010.8.19.0067, p. 83

4.3 PROCESSO 0056589-17.2017.8.19.0000, p. 84

4.4 AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL 1.345.423 - AL (2018/0206021-2), p. 86

4.5 INSTALAÇÃO DOS CENTROS JUDICIÁRIOS DE SOLUÇÃO DE CONFLITOS E CIDADANIA DA FAZENDA PÚBLICA (CEJUSCS), p. 88

5 CONTRIBUIÇÕES PARA O INCREMENTO NA REALIZAÇÃO DE ACORDOS EFICAZES NO ÂMBITO DAS CÂMARAS ADMINISTRATIVAS, p. 89

5.1 O RESGATE DA CONFIANÇA DO PARTICULAR E A BUSCA PELA ATUAÇÃO PROATIVA POR PARTE DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA, p. 90

5.2 DA PROIBIÇÃO DE COMPORTAMENTOS CONTRADITÓRIOS PELA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA, p. 91

5.3 OS ACORDOS REALIZADOS SÃO IMUTÁVEIS OU PODERÃO ADMITIR NOVAS NEGOCIAÇÕES?, p. 100

5.4 NEGOCIAÇÃO DIRETA EM SEDE DE PRECATÓRIO, p. 105

6 CONCLUSÃO, p. 107

REFERÊNCIAS, p. 109

Índice Alfabético

A

  • Abreviatura. Lista de abreviaturas e siglas, p. 19
  • Acordos eficazes. Contribuições para o incremento na realização de acordos eficazes no âmbito das câmaras administrativas, p. 89
  • Acordos realizados são imutáveis ou poderão admitir novas negociações?, p. 100
  • Administração Pública e o efetivo acesso a uma ordem jurídica justa, p. 28
  • Administração Pública. Aplicação dos métodos adequados de resolução de conflitos envolvendo a Administração Pública no âmbito do Poder Judiciário, p. 81
  • Administração Pública. Proibição de comportamentos contraditórios pela Administração Pública, p. 91
  • Administração Pública. Resgate da confiança do particular e a busca pela atuação proativa por parte da Administração Pública, p. 90
  • Advogado público. Atuação do advogado público como mediador/conciliador e a necessidade de observância à imparcialidade na condução das sessões, p. 56
  • Aplicação dos métodos adequados de resolução de conflitos envolvendo a Administração Pública no âmbito do Poder Judiciário, p. 81
  • Aplicação dos métodos adequados de resolução de conflitos envolvendo a Administração Pública no âmbito do Poder Judiciário. Ação civil pública 0258659-83.2018.8.19.0001, p. 82
  • Aplicação dos métodos adequados de resolução de conflitos envolvendo a Administração Pública no âmbito do Poder Judiciário. Agravo em recurso especial 1.345.423 - AL (2018/0206021-2), p. 86
  • Aplicação dos métodos adequados de resolução de conflitos envolvendo a Administração Pública no âmbito do Poder Judiciário. Instalação dos Centros Judiciários de Solução de Conflitos e Cidadania da Fazenda Pública (CEJUSCS), p. 88
  • Aplicação dos métodos adequados de resolução de conflitos envolvendo a Administração Pública no âmbito do Poder Judiciário. Processo 0009193-81.2010.8.19.0067, p. 83
  • Aplicação dos métodos adequados de resolução de conflitos envolvendo a Administração Pública no âmbito do Poder Judiciário. Processo 0056589-17.2017.8.19.0000, p. 84
  • Atuação do advogado público como mediador/conciliador e a necessidade de observância à imparcialidade na condução das sessões, p. 56
  • Autocomposição. Código de Processo Civil de 2015 e a solução por autocomposição, p. 25

C

  • Câmara administrativa. Contribuições para o incremento na realização de acordos eficazes no âmbito das câmaras administrativas, p. 89
  • Comportamento contraditório. Proibição de comportamentos contraditórios pela Administração Pública, p. 91
  • Conciliação. Atuação do advogado público como mediador/conciliador e a necessidade de observância à imparcialidade na condução das sessões, p. 56
  • Conciliação. Distinção entre conciliação e mediação (?), p. 42
  • Conclusão, p. 107
  • Confidencialidade e o princípio da publicidade, p. 46
  • Conflito. Considerações sobre a aplicação dos métodos adequados de resolução de conflitos na atualidade, p. 59
  • Conflito. Garantias constitucionais processuais e os métodos adequados de resolução de conflitos, p. 45
  • Consenso. O art. 174 do Código de Processo Civil: do litígio ao consenso, p. 39
  • Considerações sobre a aplicação dos métodos adequados de resolução de conflitos na atualidade, p. 59
  • Contribuições para o incremento na realização de acordos eficazes no âmbito das câmaras administrativas, p. 89
  • CPC/2015. Código de Processo Civil de 2015 e a solução por autocomposição, p. 25
  • CPC/2015. O art. 174 do Código de Processo Civil: do litígio ao consenso, p. 39

D

  • Distinção entre conciliação e mediação (?), p. 42
  • Duração razoável dos procedimentos no âmbito judicial e administrativo, p. 50

G

  • Garantias constitucionais processuais e os métodos adequados de resolução de conflitos, p. 45

I

  • Imparcialidade. Atuação do advogado público como mediador/conciliador e a necessidade de observância à imparcialidade na condução das sessões, p. 56
  • Interesse público. Redesenhando o interesse público e sua (in)disponibilidade, p. 33
  • Introdução, p. 21

L

  • Lista de abreviaturas e siglas, p. 19
  • Litígio. O art. 174 do Código de Processo Civil: do litígio ao consenso, p. 39

M

  • Mediação. Atuação do advogado público como mediador/conciliador e a necessidade de observância à imparcialidade na condução das sessões, p. 56
  • Mediação. Distinção entre conciliação e mediação (?), p. 42

N

  • Negociação direta em sede de precatório, p. 105
  • Negociação. Acordos realizados são imutáveis ou poderão admitir novas negociações?, p. 100

O

  • Ordem jurídica justa. Administração Pública e o efetivo acesso a uma ordem jurídica justa, p. 28

P

  • Precatório. Negociação direta em sede de precatório, p. 105
  • Princípio da publicidade. Confidencialidade e o princípio da publicidade, p. 46
  • Proatividade. Resgate da confiança do particular e a busca pela atuação proativa por parte da Administração Pública, p. 90
  • Procedimento. Duração razoável dos procedimentos no âmbito judicial e administrativo, p. 50
  • Proibição de comportamentos contraditórios pela Administração Pública, p. 91

R

  • Redesenhando o interesse público e sua (in)disponibilidade, p. 33
  • Referências, p. 109
  • Resgate da confiança do particular e a busca pela atuação proativa por parte da Administração Pública, p. 90
  • Resolução de conflitos. Aplicação dos métodos adequados de resolução de conflitos envolvendo a Administração Pública no âmbito do Poder Judiciário, p. 81
  • Resolução de conflitos. Considerações sobre a aplicação dos métodos adequados de resolução de conflitos na atualidade, p. 59
  • Resolução de conflitos. Considerações sobre a aplicação dos métodos adequados. A Câmara Administrativa de Solução de Controvérsias (CASC), p. 67
  • Resolução de conflitos. Considerações sobre a aplicação dos métodos adequados. Câmara de Conciliação, Mediação e Arbitragem da Administração estadual (CCMA), p. 74
  • Resolução de conflitos. Considerações sobre a aplicação dos métodos adequados. Câmara de Mediação e de Conciliação da Administração Pública Federal, p. 60
  • Resolução de conflitos. Considerações sobre a aplicação dos métodos adequados. Câmara de Negociação, Conciliação, Mediação e Arbitragem da Procuradoria Geral do Pará (CAMPGE), p. 76
  • Resolução de conflitos. Considerações sobre a aplicação dos métodos adequados. Câmara de Prevenção e Resolução Administrativa de Conflitos, p. 80
  • Resolução de conflitos. Considerações sobre a aplicação dos métodos adequados. Câmara de Resolução de Litígios de Saúde (CRLS) - Capital, p. 64
  • Resolução de conflitos. Considerações sobre a aplicação dos métodos adequados. Câmara de Resolução de Litígios de Saúde (CRLS) - Interior, p. 66
  • Resolução de conflitos. Considerações sobre a aplicação dos métodos adequados. Do Ambiente de Diálogo e Composição Interna (ADCI), p. 73
  • Resolução de conflitos. Considerações sobre a aplicação dos métodos adequados. No âmbito do Estado de Alagoas, p. 80
  • Resolução de conflitos. Considerações sobre a aplicação dos métodos adequados. No âmbito do Estado De Goiás, p. 74
  • Resolução de conflitos. Considerações sobre a aplicação dos métodos adequados. No âmbito do Estado do Pará, p. 76
  • Resolução de conflitos. Considerações sobre a aplicação dos métodos adequados. No âmbito do Estado do Rio de Janeiro, p. 62
  • Resolução de conflitos. Considerações sobre a aplicação dos métodos adequados. Núcleo de Autocomposição da Procuradoria Geral do Estado (NAC/PGE), p. 62
  • Resolução de conflitos. Considerações sobre a aplicação dos métodos adequados. O Protocolo de Procedimentos 01/2016 na Área da Educação, p. 63
  • Resolução de conflitos. Garantias constitucionais processuais e os métodos adequados de resolução de conflitos, p. 45

S

  • Sigla. Lista de abreviaturas e siglas, p. 19