Redes Sociais - A Doce Tirania das Vidas Expostas

Redes Sociais - A Doce Tirania das Vidas Expostas - Ensaios Sobre a Transformação do Viver e Sobreviver na Era das Redes

Nehemias Bandeira e Carlos César Ronchi

Hojear

Versión impresa

por € 39,90 + IVA Añadir a la cesta

Versão digital

Disponible para: Android iOS
por € 27,93 + IVA Añadir a la cesta


Detalles

Autor/Autores: Nehemias Bandeira e Carlos César Ronchi

ISBN v. impressa: 978989712603-1

ISBN v. digital: 978853629057-7

Encuadernación: Tapa blanda

Número de páginas: 106

Publicado el: 05/08/2019

Idioma: Português Brasileiro

Sinopsis

Redes sociais: a doce tirania das vidas expostas é um de­safio a que nos propomos para tentar descortinar partes do dinamismo-distópico-subterrâneo da vida ‘vivida’ nessa redo­ma virtual. As redes, com suas aparências sedutoras, colocam os usuários para encenar, representar, simular e editar o real. A divertida encenação dessa experiência impulsiona mecanismos geradores de miragens de sentidos e encantamentos. A gramática do discurso aduz a aderência e a legitimidade. Cum­pre ressaltar que se entende que esse não é apenas uma conjun­ção do mundo-espelho, mas nelas instala-se um ‘palco’ perfeito para a ressonância das práticas narcíseas. Sob esse fundamento, o indivíduo desenvolve personalidade narcísica e agressiva dis­posta a tudo para obter o sucesso e a visibilidade.

Nesse contexto, as ‘múltiplas faces do Eu’ e o individualismo social fazem surgir o homem bricolado, o homem recorte, estampa de ser, propaganda, outdoor social. O indivíduo multidão, múltiplas faces de um ser sem rosto. Síntese do momento, repositório de celebridades, eco de pensamentos aleatórios, faminto de likes, selfies sem self. Assim, esse sujeito dessubstancializado tomou a imagem para encobrir a palavra e a escuta. Proibido não ser visto. Logo, faz da servidão da visibilidade a sua força.

Pareceu oportuno esquadrinhar mais profundamente a na­tureza dessa sociedade ‘nas redes’ e a vida dos indivíduos como uma conjunção que requer elucidação e reflexão. Este livro é um campo de batalha, no qual demos forma a nosso combate à ideologia desse ‘mundo’ de que duvidamos.

Autor/Autores

NEHEMIAS BANDEIRA

Mestre em Administração (Faculdade de Estudos de Administração – FEAD), pós-graduado em Gestão de Pessoas (Universidade do Ceuma), e graduado em Ad­ministração (Universidade Estadual do Maranhão). Professor da Universidade CEUMA. Pastor. Escritor. Palestrante e Consultor de empresas com atuação na área de qualificação e desenvolvimento gerencial. Sócio-fundador da Gestor de Si, empresa de ca­pacitação e desenvolvimento pessoal. Membro do Grupo de Pesquisa em Administração e Sociedade (GPADS). Apresenta dois programas de rádio, juntamente com Carlos César Ronchi e Mário Porto, chamados Gestor de Si e Entre Amigos. Autor dos livros: Anônimos (2001); O tempo e a eternidade (2003); O caminho dos vencedores (2011); Reino de Deus: perdão e graça (2013); Relacionamento com Deus: os descaminhos da religião e o caminho da graça (2016). Coau­tor dos livros: Os homens escon­didos dentro do homem (2019); Carreira e trabalho: o mundo do pop-management e a vida como Business (2018).

CARLOS CÉSAR RONCHI

Mestre em Administração (Univer­sidade Federal de Santa Catarina), pós-graduado em Marketing (Uni­versidade Regional de Blumenau) e graduado em Economia (Uni­versidade Regional de Blumenau). Professor de Graduação e Pós- -graduação, Escritor, Palestrante e Consultor de empresas com atuação na área de qualificação e desenvolvimento gerencial. Sócio-fundador da Gestor de Si, empresa de capacitação e de­senvolvimento pessoal. Membro do Grupo de Pesquisa em Administração e Sociedade (GPADS). Apresenta dois programas de rá­dio, juntamente com Nehemias Bandeira e Mário Porto, chamados Gestor de Si e Entre Amigos. Au­tor dos livros: Narcisismo nas Or­ganizações: o drama da individualidade no mundo do trabalho (2016); Qualidade de vida e trabalho: fatores psicossociais e da organização (2015); Cultura e as organizações: antropologia e cultura brasileira (2012); Cultura e as organizações: as inter-relações em um ambiente trans­formacional (2012); Sentido do Trabalho: saúde e qualidade de vida (2010); O processo da liderança: conceitos, tipos e apli­cações (2007). Coautor dos livros: Os homens escondidos dentro do homem (2019); Carreira e trabalho: o mundo do pop-management e a vida como Business (2018); Cultura organizacional: teoria e pesquisa (2005); Economia e meio ambi­ente: quem vai pagar a conta? (2007) e DNA Corporativo: as percepções sobre a realidade organizacional (2008).

Sumario

A DOCE TIRANIA DAS VIDAS EXPOSTAS - Uma breve introdução

Capítulo 1

INVASÕES E TIRANIAS

1.1 Invasões bárbaras

1.2 Homo Algorithms

1.3 O sol de Ícaro

1.4 Individualismo infantófilo

1.5 Neotrágica-farsa serena

1.6 Tirania dos likes

1.7 Homo consumericus

1.8 O desejo do possível no impossível

1.9 A tirania do igual

Capítulo 2

AS MUITAS FACES DO ´EU´

2.1 O homem bricolado-transparente

2.2 Coletânea de ´Eus´

2.3 A era do glamour: entre a desorganização psicológica e o estilo cool, fun,light

2.4 O homem emancipado está ´preso´

2.5 A evasão de si

2.6 Pseudoeventos dromológicos

2.7 O cibernarcisismo mostra suas garras

2.8 Os heróis estão mortos? Então, vivam as celebridades!

2.9 O sujeito dessubstancializado

Capítulo 3

AS REDES E O DOMÍNIO DO IMAGINÁRIO

3.1 O mundo mágico das redes

3.2 O consumidor de ilusões

3.3 Camaleão kitsch. ´Avatar transestético´

3.4 A solidão interativa

3.5 Redes: o tempo-hoje, um não lugar

3.6 A não realidade dos sujeitos animados

3.7 O gratuito. Gratuito?

3.8 Nas teias da rede

3.9 Filtros da realidade

3.10 Prótese da existência

PARTINDO PARA A CONCLUSÃO

REFERÊNCIAS

Índice Alfabético

A

  • A era do glamour: entre a desorganização psicológica e o estilo cool, fun, light
  • ´Avatar transestético´. Camaleão kitsch

C

  • Camaleão kitsch. ´Avatar transestético´
  • Celebridade. Heróis estão mortos? Então, vivam as celebridades!
  • Cibernarcisismo mostra suas garras
  • Coletânea de ´Eus´
  • Consumidor de ilusões

D

  • Desejo do possível no impossível
  • Desorganização psicológica. A era do glamour: entre a desorganização psicológica e o estilo cool, fun, light
  • Dessubstancialização. Sujeito dessubstancializado
  • Doce tirania. Redes sociais: a doce tirania das vidas expostas. Uma breve introdução
  • Domínio do imaginário. Redes e o domínio do imaginário
  • Dromológico. Pseudoeventos dromológicos

E

  • Emancipação. Homem emancipado está ´preso´
  • Era do glamour: entre a desorganização psicológica e o estilo cool, fun, light
  • Estilo cool, fun, light. A era do glamour: entre a desorganização psicológica e o estilo cool, fun, light
  • ´Eu´. Coletânea de ´Eus´
  • ´Eu´. Muitas faces do ´eu´
  • Evasão de si
  • Existência. Prótese da existência

F

  • Farsa serena. Neotrágica
  • Filtros da realidade

G

  • Gratuidade. O gratuito. Gratuito?

H

  • Heróis estão mortos? Então, vivam as celebridades!
  • Homem bricolado-transparente
  • Homem emancipado está ´preso´
  • Homo Algorithms
  • Homo consumericus

I

  • Igualdade. Tirania do igual
  • Ilusões. Consumidor de ilusões
  • Imaginário. Redes e o domínio do imaginário
  • Impossível. Desejo do possível no impossível
  • Individualismo infantófilo
  • Infantófilo. Individualismo infantófilo
  • Interatividade. Solidão interativa
  • Invasões bárbaras
  • Invasões e tiranias

K

  • Kitsch. Camaleão kitsch. ´Avatar transestético´

L

  • Likes. Tirania dos likes

M

  • Muitas faces do ´eu´
  • Mundo mágico das redes

N

  • Neotrágica-farsa serena

P

  • Partindo para a conclusão
  • Possível. Desejo do possível no impossível
  • Prótese da existência
  • Pseudoeventos dromológicos
  • Psicologia. A era do glamour: entre a desorganização psicológica e o estilo cool, fun, light

R

  • Realidade. A não realidade dos sujeitos animados
  • Realidade. Filtros da realidade
  • Rede. Nas teias da rede
  • Redes e o domínio do imaginário
  • Redes sociais: a doce tirania das vidas expostas. Uma breve introdução
  • Redes. Mundo mágico das redes
  • Redes: o tempo-hoje, um não lugar
  • Referências

S

  • Sol de Ícaro
  • Solidão interativa
  • Sujeito dessubstancializado
  • Sujeitos animados. A não realidade dos sujeitos animados

T

  • Tirania do igual
  • Tirania dos likes
  • Tirania. Invasões e tiranias

V

  • Vidas expostas. Redes sociais: a doce tirania das vidas expostas. Uma breve introdução