Videventos

Videventos - Poemas para Ocasiões

Juarez Poletto

Hojear

Versión impresa

¡En España solamente se venden en librerías!

Versão digital

Disponible para: Android iOS
por € 4,90 + IVA Añadir a la cesta


Detalles

Autor/Autores: Juarez Poletto

ISBN v. impressa: 978989712547-8

ISBN v. digital: 978853628549-8

Encuadernación: Tapa blanda

Número de páginas: 98

Publicado el: 04/12/2018

Idioma: Português Brasileiro

Sinopsis

Videventos são poemas escritos em ocasiões marcantes da vida do escritor e perfazem um percurso de vivências da existência humana.

Inicia com o nascimento de uma criança e o assombro mágico que causa na família. Depois mergulha na experiência paterna e materna para em seguida revelar aspectos curiosos da vida infantil, alegrias e percalços. Na sequência se alça ao mundo juvenil, com as paixões, amores e sutilezas, seus altos e baixos que podem levar à união feliz e aos posteriores problemas como a traição, a separação, a solidão. Há os eventos de alegria, como os aniversários e encontros, e os de reflexão amarga sobre a condição humana com os fingimentos, os medos, a percepção inexorável da passagem do tempo, mas também as conquistas de uma sabedoria específica que permite a continuidade. Mais ao final vêm os desabafos contra a condição social, as mazelas causadas pelo desleixo de autoridades, e por outro lado a satisfação de pertencer a uma pátria e de socializar esse orgulho.

O livro termina nas possíveis portas em que se deve entrar, seja a do consultório médico ou a que leva à casa ou à rua, sempre em situação de persistente instabilidade. Finalmente se ultrapassa aquela passagem a que o próprio tempo conduz, a condição final de toda vida: a morte, que representa a verdadeira permanência.

 

Autor/Autores

JUAREZ POLETTO

Escritor de prosa, de poesia e de estudos literários, com quinze obras publicadas. Professor de Literatura por muitos anos na PUCPR e UTFPR. Hoje, Professor Voluntário, atua em cursos de extensão universitária para a formação de professores da rede pública e realiza conferências sobre literatura e projetos de leitura.

Na prosa, dedica-se a narrativas policiais ou de memória. Na poesia, realiza reflexões sobre a existência, sobre o cotidiano, sobre o amor e as dores do mundo, mas também sobre a própria poesia. A literatura para crianças é sua forma de viajar também na memória e revisitar o tempo de seus filhos pequenos. Os textos de estudos sobre a literatura priorizam a poesia, principalmente nas abordagens que a criação literária faz sobre o trabalho e a tecnologia.

Foi agraciado com a medalha Fernando Amaro, pela Câmara Municipal de Curitiba.

Sumario

A um nascimento, p. 9

Promessa, p. 11

Natal, p. 13

Fortuna, p. 15

O menino, p. 16

Percurso, p. 17

Sina, p. 19

Quatro olhares, p. 20

Ao pai, p. 21

Ser pai, p. 23

Namorados, p. 25

Receita de casamento, p. 26

O barco e o mar, p. 28

Minha casa, p. 29

Desabafo, p. 30

Recomeçar, p. 32

Amor-perfeito, p. 33

8 de março, p. 34

Caríssima, p. 35

Amor-te, p. 36

Pudor, p. 37

Uma rosa no para-brisa, p. 38

Beijo idílico, p. 40

Beijo carnal, p. 41

Dois em um, p. 42

Se, p. 43

Quereres, p. 44

A fome, p. 45

Liberdade, p. 46

Acordar, p. 47

Tapete mágico, p. 48

Oferenda, p. 49

Parabéns, p. 50

É dia de ser feliz, p. 51

Condição humana, p. 53

Profundamente, p. 55

Certezas, p. 57

Fotografia, p. 59

Viver, p. 60

O que somos, p. 61

Queixas, p. 63

Sentidos, p. 64

Destino, p. 66

A um político, p. 68

Protesto, p. 70

Indiferença?, p. 73

Bandeira de meu Brasil, p. 75

Saberes, p. 77

Átimo, p. 78

Incerteza, p. 79

Experiência, p. 80

Solidão, p. 82

Decisão, p. 83

Poema para um doente terminal, p. 84

Cansaço, p. 85

Baco, p. 86

O que é?, p. 87

Quase ditados, p. 88

A porta, p. 89

Estações, p. 91

No consultório, p. 92

A hora de te beijar, p. 93

Imortalidade, p. 95