Novo no Direito de Luis Alberto Warat, O

Novo no Direito de Luis Alberto Warat, O - Mediação e Sensibilidade - De Acordo com a Legislação Brasileira

Charlise Paula Colet Gimenez

Hojear

Versión impresa

por € 11,60 + IVA Añadir a la cesta

Versão digital

Disponible para: Android iOS Windows Phone
por € 8,12 + IVA Añadir a la cesta


Detalles

Autor/Autores: Charlise Paula Colet Gimenez

ISBN: 978989712501-0

Encuadernación: Tapa blanda

Número de páginas: 116

Publicado el: 06/09/2018

Idioma: Português Brasileiro

Sinopsis

A obra O Novo no Direito de Luis Alberto Warat apresenta uma outra concepção do Direito, afastada do normativismo, cuja identidade encontra-se em crise, decorrente dos excessos da razão instrumental, reduzindo-se a uma aplicação lógico-mecânica, o que contribui no fortalecimento de um único sentido para os mecanismos de produção e circulação da lei. Propõe-se, nesse sentido, uma nova justiça, a qual busca sentir o outro por uma conduta ética no alívio dos sofrimentos e das insatisfações que os seres humanos enfrentam. Trata-se de uma justiça expressada na harmonia e na espiritualidade com o outro.

Nesse contexto, insere-se a mediação enquanto sensibilidade, não como técnica processual alternativa, mas novo modo de configuração da identidade cultural dos juristas, voltado ao espaço de práticas cidadãs que permita que sejam sentidas as emoções, os afetos e os desamparos. Aposta-se na diferença entre o tratamento do conflito de forma tradicional para uma estratégia partilhada e convencionada a partir de um Direito inclusivo, fundamentado em uma matriz autônoma, cidadã e democrática.

Autor/Autores

CHARLISE PAULA COLET GIMENEZ

Doutora em Direito pela Universidade de Santa Cruz do Sul – UNISC. Docente Permanente do Programa de Pós-Graduação stricto sensu em Direito – Mestrado e Doutorado, e da Graduação em Direito, ambos da Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões – URI, campus Santo Ângelo/RS. Coordenadora do Curso de Graduação em Direito da URI, campus Santo Ângelo/RS. Coordenadora do Projeto de Pesquisa “Gritos pela alteridade e sensibilidade do Direito: o estudo da mediação como resposta ecológica ao conflito a partir de Luis Alberto Warat”, vinculado ao PIIC/ URI. Líder do Grupo de Estudos “Conflito, Cidadania e Direitos Humanos” vinculado ao CNPQ. Autora de livros, artigos e capítulos sobre Conflito, Mediação e Direito Fraterno.

Sumario

INTRODUÇÃO

Capítulo 1 O NOVO NO TEMPO E NO CONFLITO

1.1 EPISTEMOLOGIA DO CONFLITO

1.2 A CULTURA MODERNA DA JUDICIALIZAÇÃO DO CONFLITO

Capítulo 2 O TERCEIRO NO CONFLITO

2.1 O TERCEIRO NA RELAÇÃO TRIÁDICA VERSUS A POSTURA DICOTÔMICA

2.2 O TERCEIRO MEDIADOR NO CONFLITO JUDICIALIZADO

Capítulo 3 MEDIAR PELA OUTRIDADE

3.1 MEDIARE, MEDIAR: VÓCABULOS DIFERENTES, MESMOS SENTIDOS

3.2 TERAPIA DO REENCONTRO MEDIADO

Capítulo 4 CARTOGRAFIA DA MEDIAÇÃO: O DESPERTAR DO NOVO PELA FRATERNIDADE E PELA SENSIBILIDADE NO DIREITO

4.1 A FRATERNIDADE COMO FUNDAMENTO DA ÉTICA DA OUTRIDADE

4.2 GRITOS PELA SENSIBILIDADE DO DIREITO

REFERÊNCIAS

Índice Alfabético

C

  • Cartografia da mediação: o despertar do novo pela fraternidade e pela sensibilidade no direito
  • Conflito judicializado. Terceiro mediador no conflito judicializado
  • Conflito. Cultura moderna da judicialização do conflito
  • Conflito. Epistemologia do conflito
  • Conflito. Novo no tempo e no conflito
  • Conflito. Terceiro no conflito
  • Cultura moderna da judicialização do conflito

D

  • Direito. Cartografia da mediação: o despertar do novo pela fraternidade e pela sensibilidade no direito

E

  • Epistemologia do conflito
  • Ética da outridade. Fraternidade como fundamento da ética da outridade

F

  • Fraternidade como fundamento da ética da outridade
  • Fraternidade. Cartografia da mediação: o despertar do novo pela fraternidade e pela sensibilidade no direito

G

  • Gramática. Mediare, mediar: vócabulos diferentes, mesmos sentidos
  • Gritos pela sensibilidade do direito

I

  • Introdução

J

  • Judicialização do conflito. Cultura moderna da judicialização do conflito

M

  • Mediação. Cartografia da mediação: o despertar do novo pela fraternidade e pela sensibilidade no direito
  • Mediar pela outridade
  • Mediare, mediar: vócabulos diferentes, mesmos sentidos

N

  • Novo no tempo e no conflito

O

  • Outridade. Mediar pela outridade

P

  • Postura dicotômica. Terceiro na relação triádica versus a postura dicotômica

R

  • Reencontro mediado. Terapia do reencontro mediado
  • Referências
  • Relação triádica. Terceiro na relação triádica versus a postura dicotômica

S

  • Sensibilidade do direito. Gritos pela sensibilidade do direito
  • Sensibilidade. Cartografia da mediação: o despertar do novo pela fraternidade e pela sensibilidade no direito

T

  • Tempo. Novo no tempo e no conflito
  • Terapia do reencontro mediado
  • Terceiro mediador no conflito judicializado
  • Terceiro na relação triádica versus a postura dicotômica
  • Terceiro no conflito

V

  • Vocábulo. Mediare, mediar: vócabulos diferentes, mesmos sentidos